Buscar
  • Cristiano Rosa

Como agir, a onde se dirigir-se, com que falar, o fazer em situações de risco e inusitadas

Atualizado: Fev 24

- Tenha sempre à mão o telefone de emergência:

197 Polícia Civil;

190 Brigada Militar ;

Bombeiros.


- Quando chegar ou sair de casa, fique atento. Essas são as ocasiões mais propícias para roubos e seqüestros. Se desconfiar, aguarde, dê uma volta no quarteirão e chame a Brigada Militar pelo fone 190.

- Marque hora com as pessoas que farão serviços em sua casa; exija sempre identificação e nunca as deixe sozinhas. Guarde em local seguro as notas fiscais de série de seus bens (TV, som, vídeo, relógios).

- Ao sair, certifique-se de que as portas e janelas voltadas para áreas externas estão trancadas, inclusive a garagem.

- Procure conhecer seus vizinhos - onde trabalham, telefones, hábitos, horários de saída e chegada.

- Selecione criteriosamente os prestadores de serviço de sua residência, com referências anteriores.

- Instale grade nas janelas, olho mágico e trancas nas portas.

- Não forneça dados pessoais por telefone e oriente os empregados para que façam o mesmo.

- Ao viajar, suspenda a assinatura de jornais e revistas e solicite a uma pessoa de confiança que pegue suas correspondências.

- As crianças devem ser orientadas para não abrir a porta para estranhos e nem trazê-los para casa sem autorização.

- Mantenha o controle das chaves de sua residência, só fornecendo cópias para pessoas de confiança.

Em vias públicas

- Bolsas devem ser conduzidas na frente do corpo, com as alças firmemente seguradas.

- Em trechos escuros ou desertos, prefira o ponto da calçada mais próximo da rua.

- Não use carteira nos bolsos de trás.

- Não transite a pé ou em transporte coletivo portando somas elevadas, jóias ou outros valores. Se você achar que está sendo seguido, atravesse a rua ou entre em algum estabelecimento.

- Evite utilizar caixas eletrônicos em locais isolados.

- Tenha cuidado com o número de sua senha bancária. Referências óbvias, como a data de nascimento facilitam correlação para uso indevido.

- Não reaja a assaltos. Evite fazer gestos bruscos que possam ser confundidos como reação da sua parte. Mantenha-se calmo. Quando possível, telefone para o 190 e procure a delegacia mais próxima para registrar a ocorrência.

- Ao retirar dinheiro do banco, guarde-o cuidadosamente em lugar discreto. Não conte o valor em público. Se perceber que está sendo seguido por alguém, aja com naturalidade e entre em qualquer lugar público.

- Carregue seu celular da maneira mais discreta possível.

- Não ande com todos os seus documentos ou todos os seus cartões de crédito, se não houver extrema necessidade.

No trânsito

- Use aparelhos de toca-fitas, CD e rádios de gaveta. Muitos ladrões estouram o vidro do carro ou o painel para levar os aparelhos.

- À noite, em semáforos, fique atento ao retrovisor e mantenha o veículo a uma distância razoável do carro da frente. Essa providência facilitará o arranque em caso de emergência.

- Não deixe o carro estacionado na rua, principalmente durante a madrugada. Procure deixá-lo próximo a locais vigiados durante todo o dia e noite.

- Evite ficar sozinho em pontos de ônibus isolados, especialmente noite.

- Saiba de cor a placa do seu automóvel Utilize travas de segurança e alarme no carro.

- Ao descer, leve com você embrulhos, bolsas, pacotes e roupas, assim como documentos do carro.

- Esteja atento a cotoveladas, empurrões ou conversas banais nos coletivos. Essas atitudes podem significar o início de um crime.

- Em ônibus com poucos passageiros, sente-se próximo ao motorista.Separe o dinheiro da passagem, para não mostrá-lo na hora de pagar.

- Evite namorar ou ficar conversando dentro do carro à noite.

- Acostume-se a trancar as portas e não deixar as janelas abertas.

Atenção especial às crianças

- Quando forem a locais de grande concentração, coloque nos seus bolsos os seguintes dados: tipo sangüíneo e possíveis alergias a medicamentos. Essas informações serão necessárias no caso da criança se perder ou de um eventual acidente.

- Não permita que as crianças soltem rojões ou balões.

- Oriente-as para andar em grupo no trajeto da escola ou em caminhadas e passeios. Não permita que elas andem sozinhas.

- Lembre-as para não aceitar presentes ou convites de estranhos.

- Oriente seu filho a empinar "pipa" longe dos fios elétricos.

- Conquiste a confiança de seus filhos. Esclareça sobre os riscos de usar drogas, mas prefira que eles peçam um cigarro a você do que a amigos.

- Não permita que as crianças liguem ou operem eletrodomésticos: enceradeira, aspirador de pó, liquidificado, etc.

- Use dispositivo que isole tomadas de energia, impedindo que as crianças levem choque.

- Mantenha os remédios, cosméticos e produtos de limpeza longe do alcance das crianças.

Em caso de assaltos e sequestros

- Mesmo que o momento exija cuidados, não se precipite. Comprar uma arma, por exemplo, pode ter conseqüências trágicas.

- Procure manter a calma diante de uma arma, mesmo que isso pareça difícil. O bandido está sempre mais nervoso do que a vítima, mas, em geral, não tem a intenção de matar.

- Não reaja, nem tente fugir. Forneça o que exige o criminoso. Assim, o tempo do roubo será menor.

- Não faça movimentos bruscos e procure alertar o assaltante dos gestos que pretende realizar, como pegar uma carteira, por exemplo.

- Tenha consciência de que há possibilidade de existir outra pessoa dando cobertura ao crime.

Dicas sobre automóveis

Quando for vender seu carro

Lembre de ir até o Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) mais próximo e fazer uma Comunicação de Venda. Assim você evita multas e pontos do novo proprietário no seu prontuário.O CRVA é o local onde você resolve todas as questões relativas a veículos.

Se você acaba de comprar um carro

Não perca tempo. Você tem 30 dias para ir ao Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) mais próximo e transferir a propriedade do veículo para o seu nome. Caso contrário, você evita uma multa de 120 UFIRs. E lembre-se: O CRVA é o local onde você resolve todas as questões relativas a veículos.

Se você é proprietário de veículo e mudou de endereço

Vá até o Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) mais próximo e atualize seus dados. Para isso, basta levar um comprovante de endereço. Com o seu cadastro atualizado, não há risco de você deixar de receber a sua documentação em casa, entregue pelo Correio. E não esqueça: o CRVA é o local onde você resolve todas as questões relativas a veículos.

Se você precisa renovar a sua carteira de habilitação

Não deixe para os últimos dias. Dirija-se ao Centro de Formação de Condutores (CFC) mais próximo. Leve a carteira atual, duas fotos , RG, CPF e comprovante de endereço. Faça o exame médico e, em até 10 dias úteis, receberá o novo documento em casa. É no CFC que você resolve todas as questões relativas a habilitação.

Se você recebeu uma notificação de infração de trânsito

Não se detenha apenas no valor da multa a ser paga. Leia com muita atenção todas as instruções sobre recursos, indicação de condutor, endereços e prazos. Você ganha tempo e agiliza todo o processo, dirigindo-se ao local certo no prazo correto.

Você quer contestar uma multa de trânsito?

Leia atentamente a notificação de infração que você recebeu. Nesse documento você encontra o nome e o endereço do órgão de trânsito que realizou a autuação. Dirija o seu recurso à Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI) deste órgão. É nas JARIs que os recursos de infrações de trânsito são julgados.

Você emprestou o seu carro e agora recebeu uma multa?

Se a notificação indica que a infração é de responsabilidade do condutor, você não precisa ficar com a pontuação desta multa no seu prontuário. Indique o condutor no prazo de até quinze dias, seguindo as instruções da notificação. Nesse documento, você encontra todas as informações necessárias para apresentar o condutor.

Disque Detran atende você esclarecendo suas dúvidas e lhe prestando informações sobre veículos, habilitação e infrações. Fone: (0xx51) 3288.2000.

Furto de veículos

- Entre em contato o mais rápido possível com as centrais de polícia (190) ou (197).

- Informe o maior número possível de dados sobre o veículo (placa, cor, modelo, ano, outros).

- Encaminhe-se a uma delegacia para o devido registro da ocorrência.

- Os proprietários de veículos segurados devem comunicar de imediato sua empresa seguradora. Também deverá ser comunicado se outra pessoa possui cópia das chaves do veículo, ou costuma sair com o mesmo.

- Em caso do veículo ter sido furtado em estacionamento de aluguel, shopping ou assemelhados, lembre de guardar ou manter consigo o ticket do estacionamento.

Pessoas desaparecidas

- Antes do registrar o desaparecimento junto à Polícia Civil você deve manter contato com parentes, amigos, namorados, vizinhos.

- Tente rastrear os últimos passos da pessoa desaparecida.

- Tente identificar as roupas usadas em seu último aparecimento, levando em consideração itens como cores.

- Se você possui familiares que residam em outras localidades, tente entrar em contato com os mesmos, pois muitos desaparecidos constumam se refugiar em casas de amigos ou parentes que moram em outras localidades.

- Converse com as últimas pessoas que tiveram contato com o desaparecido para avaliar a sua situação psicológica e emocional (estado de espírito) tentando obter uma possível indicação do motivo e/ou destino do mesmo.

- Ao registrar a ocorrência, se possível, leve uma foto recente do desaparecido, de maneira a permitir melhor identificação das características físicas da pessoa (altura, cor, etc.).

- Entre em contato com os Hospitais, Departamento Médico Legal (DML) para saber se o desaparecido não sofreu algum acidente ou foi vítima de violência.

Em caso de o desaparecido ser criança:

- Tente identificar as roupas,

- se fala,

- se sabe indicar onde mora,

- sabe escrever/telefonar,

- se costuma ir a casa de amigos sem avisar.

Em caso de pessoas com debilidade mental, tente informar quantas vezes já desapareceu, onde foi encontrada, se estava recolhido a algum hospital ou casa de tratamento.

Quando da localização da pessoa desaparecida, o comunicante do desaparecimento deverá retornar à delegacia de polícia na qual foi comunicado o desaparecimento, a fim de dar ciência às autoridades policiais, que providenciarão a baixa junto ao sistema informatizado.

Perda de documentos

- Imediatamente entre em contato com seu banco e operadora de cartão de crédito.

- Logo após, encaminhe-se a uma Delegacia de Polícia para registrar a ocorrência.

- As informações devem ser as mais completas possíveis; considere que a falta de informações poderá prejudicá-lo.

Acidentes de trânsito

NA CAPITAL: Em acidentes que impliquem somente danos materiais (sem quaisquer outros tipos de crimes correlacionados), o cidadão poderá dirigir-se a qualquer Delegacia de Polícia a fim de efetuar o registro de ocorrência ou, se possuir acesso à Internet, registrar o fato pela Delegacia OnLine, disponível no site da Polícia Civil/RS. É recomendável ao interessado coligir o maior número de informações acerca dos envolvidos, tanto em relação aos veículos quanto no tangente aos condutores. Em caso de fuga do responsável pelo acidente, é importante guardar informações fundamentais sobre o veículo, tais como placa, cor e modelo, e providenciar imediatamente o registro de ocorrência. Nos acidentes que impliquem danos pessoais, o registro de ocorrência deverá ser efetuado no Plantão de Acidentes do DPTRAN, sito na Rua Freitas e Castro, s/nº, Palácio da Polícia Civil, cujo funcionamento é ininterrupto, nas 24h do dia. Outrossim, quaisquer informações poderão ser obtidas pelos telefones 3288.2281 e 3288.2282.

NO INTERIOR: Em caso de acidentes de trânsito, se o fato implicar somente danos materiais, o cidadão poderá registrar sua ocorrência comparecendo a qualquer Delegacia de Polícia do Estado ou, se possuir acesso à Internet, registrar o fato pela Delegacia OnLine, disponível no site da Polícia Civil/RS. Caso o fato resulte em danos pessoais (Ex.: lesão corporal ou morte), o cidadão deverá se dirigir à Delegacia de Polícia, a fim de efetuar o registro de ocorrência.

Diminua o risco de incêndios

- Fique atento: vazamento de gás, problemas na rede elétrica e até cinzeiros podem provocar fogo.

- Utilize o botijão na posição vertical (em pé).

- Não deixe botijões de gás em contato direto com o fogão ou em local sem ventilação.

- Não utilize fogareiros com botijões de 13 ou 10 Kg.

- Quando instalar o seu botijão, teste-o com espuma de sabão para verificar se há vazamento. Caso haja formação de bolhas, indicando saída de gás, troque-o imediatamente. Se não conseguir resolver o problema, procure, rapidamente, orientação do Corpo de Bombeiros pelo fone 193.

- Não ligue mais de um aparelho elétrico simultaneamente na mesma tomada.

Muitos incêndios ocorrem por sobrecarga elétrica.

- Ao sentir cheiro de gás, evite ativar qualquer fonte de calor: não acenda luzes, apague cigarros e bocas de fogão. - Abra as portas e janelas para ventilar o ambiente.

- Nunca deixe uma panela no fogo ao sair da cozinha.

- Acenda 1º o fósforo, depois gire o botão do fogão.

Pontos de risco dentro da sua casa

- Não coloque fios elétricos sob tapetes ou soltos pelo chão, onde possam ser pisados ou danificados.

- Nunca aproxime os aquecedores de qualquer tipo de fonte combustível (roupas cobertores e cortinas).

- Inspecione constantemente as ligações, tomadas e fios de seus aquecedores elétricos. Nem todas as tomadas e redes estão aptas a recebê-los.

- Evite o uso de "Ts", em aparelho para ligar mais de um aparelho elétrico nas tomadas. - Adote o hábito de ter ao menos um extintor em casa, próximo à porta de saída.

- Se a gordura em uma panela ou caçarola pegar fogo (banha, óleo, graxa, etc.), nunca tente remover o utensílio do fogão. Cubra a panela com um pano ou com tampa e desligue o fogão.

- Não deixe nada cozinhando no fogão sem cuidado. Coloque o cabo das panelas para o lado de dentro do fogão, onde as crianças não alcancem e você não bata por acaso.

- A cozinha é o local onde mais ocorrem incêndios dentro do lar. Conserve o exaustor, o motor, o fogão e os fornos livres de graxa e poeira. Mantenha todos os combustíveis fora da cozinha e observe bem suas instalações de gás.

- Não acenda velas em locais onde possam ser atingidas por cortinas ou outros materiais, e nem as deixe acesas ao dormir.

- As lâmpadas são grandes fontes de calor. Não deixe roupas, caixas de papel ou outros artigos próximos a elas.

- Não deixe cigarros queimando sozinhos. Ponha o cinzeiro em uma superfície plana e estável.

- Instalações elétricas danificadas ou mal conservadas são uma permanente fonte de perigo.

- Não guarde latas com sobras de tinta abertas. Elas são uma fonte permanente de incêndio.

- Revise seu aquecedor uma vez ao ano. - Evite deixar sua garagem aberta ou deschaveada. - Se você estocar combustíveis faça em recipiente apropriados e não deformáveis.

- Churrasqueiras portáteis só devem ser usadas em locais ao ar livre. Não use líquidos inflamáveis para acender o carvão e nem jogue-os sobre as brasas para avivar o fogo.

- Churrasqueiras portáteis só devem ser usadas em locais ao ar livre. Não use líquidos inflamáveis para acender o carvão e nem jogue-os sobre as brasas para avivar o fogo.

- Examine sua instalação elétrica - chaves e tomadas de luz, disjuntores, fusíveis e caixa de distribuição a fim de observar se não há sinais de aquecimento ou curto-circuito.

Em caso de incêndio

- Mantenha a calma. Reúna a família e procure a saída mais segura.

- Se não conseguir sair, fique junto a uma janela ou sacada onde poderá pedir socorro.

- Se necessário, proteja seu corpo com roupas e cobertores molhados, e utilize um pedaço de pano molhado como proteção das vias respiratórias contra gases tóxicos.

- Para proteger-se, qualquer porta serve como barreira à propagação das chamas.

- Se houver muita fumaça no ambiente, ande abaixado ou rasteje.

- Não utilize elevadores. Use sempre as escadas procurando descer.

- Uma vez fora do local do fogo, jamais volte.

- Chame o Corpo de Bombeiros pelo fone 193.

Utilização dos extintores de incêndio:

1)Extintor de água:

Utilize em materiais combustíveis sólidos como madeiras, tapetes, tecidos, papéis, etc. - Dirija o jato para a base do fogo. Não use em eletricidade.

2) Extintores de espuma

Use em líquidos inflamáveis como álcool, gasolina, diesel, solvente, etc. - Os extintores estão identificados por placas. Letra "B" indica extintores de espuma utilizada para líquidos inflamáveis. Não use em eletricidade.

3) Extintores de CO2 e pó químico seco (PQS)

Utilize em materiais energizados e em líquidos inflamáveis, - Em incêndios de gás de cozinha. Estes extintores são identificados pela placa com a letra "C" utilizado em material elétrico.

Fonte: Policia Civil RS

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

51981220776

©2020 por Cristiano Rosa